.

NOTICIAS

NOTÍCIAS

Funai promove Encontro de Mulheres Potiguara da Paraíba

Foto: Wdson Fernandes

Nos dias 25 e 26 de novembro de 2023, a Aldeia Cândidos, localizada na Terra Indígena Potiguara, foi o cenário do Encontro de Mulheres Indígenas Potiguara da Paraíba. O evento, promovido pela Coordenação Regional da Funai em João Pessoa em parceria com a Associação das Mulheres Guerreiras Indígenas Potiguara da Paraíba (AMGIP), reuniu aproximadamente 200 mulheres de diversas aldeias para dois dias de intensa reflexão, diálogo e celebração.

As participantes mergulharam em discussões profundas sobre o papel da mulher indígena na sociedade contemporânea, empoderamento feminino, preservação da língua, saúde e bem-estar, cultura Potiguara, participação política e educação escolar indígena. Além dos debates, o evento ofereceu uma experiência rica em cultura, com oficinas de artesanato, danças tradicionais, apresentações culturais e momentos de espiritualidade em conexão com a natureza.

Maria Soares Gomes, conhecida popularmente como Comadre Guerreira e presidenta da Associação das Mulheres Guerreiras Indígenas Potiguara da Paraíba (AMGIP), enfatizou a importância do Encontro para o fortalecimento das mulheres indígenas. Segundo ela, é dessa maneira que desejam prosseguir, valorizando a resistência cultural e tradicional de seu povo. O evento foi destacado como uma ocasião de grande relevância, proporcionando apoio à autonomia das mulheres e ampliando a visibilidade do movimento, especialmente no sentido de afirmar a existência das mulheres indígenas potiguara da Paraíba.

Quanto à escolha da Aldeia Cândidos como local do evento, Comadre explicou que foi uma iniciativa das mulheres com o propósito de dar visibilidade à aldeia, situada em um lugar de difícil acesso e onde as políticas públicas não chegam, resultando na invisibilidade não apenas das mulheres indígenas, mas de toda a comunidade. Ela expressou sua gratidão e solicitou o contínuo fortalecimento da Funai por meio de seus servidores para que possam continuar atuando em parceria com as mulheres potiguara da Paraíba.

Ao final do encontro, as mulheres consolidaram suas experiências em um relatório que destaca demandas importantes, como políticas de saneamento básico, melhorias habitacionais, construção de uma escola na Aldeia Cândidos e apoio à marcha das mulheres indígenas, tanto no território quanto no estado da Paraíba. Este relatório será encaminhado aos órgãos competentes, visando dar prosseguimento ao pleito das demandas apresentadas no encontro. Além disso, foi realizado um plantio simbólico de mudas próximo ao rio, que foi seguida por um Toré, dança ritualística comum a vários povos indígenas do Nordeste brasileiro.

Compartilhe:

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn

CONTATO