.

NOTICIAS

NOTÍCIAS

Uneb vai criar novo campus voltado para povos Indígenas, comunidades tradicionais e camponesas

Foto: Ascom | Uneb

Na última sexta-feira, 23 de fevereiro, durante a primeira reunião de 2024 do Conselho Universitário (Consu) da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), foi aprovado, por unanimidade, a criação do Campus Intercultural do Centro de Pesquisas em Etnicidades, Movimentos Sociais e Educação (Opará) – Departamento dos Povos Indígenas, Comunidades Tradicionais e Camponesas, no município de Jeremoabo.

No momento da aprovação, a presidente do conselho e reitora da universidade, Adriana Marmori, destacou: “Estamos honrando uma dívida histórica com os povos originários. Essa é uma vitória, uma grande conquista do povo baiano”.

Esta foi a primeira reunião do conselho realizada de forma presencial, no auditório do Departamento de Educação (DEDC – Campus I), depois do período da pandemia de Covid-19.

De acordo com a Uneb, a sessão reuniu cerca de 30 conselheiros e foi integralmente transmitida ao vivo pelo canal da TV UNEB no YouTube. Na ocasião, os diretores eleitos e reeleitos para o biênio 2024 – 2026 tomaram posse como novos conselheiros do Conselho Universitário da UNEB.

Outras decisões

Em deliberação unânime da plenária, foi aprovada a criação do curso de pós-graduação lato sensu (especialização) em Estudos Literários e Linguística Aplicada ao Ensino, no Campus XXII, em Euclides da Cunha.

Da alçada da Câmara para Assuntos de Administração (CAD), também foram aprovadas as propostas de criação do Programa de Apoio aos Núcleos de Acessibilidade e Inclusão (Pronai), e de reajuste nos valores do Programa de Bolsas de Monitoria de Apoio a Acessibilidade e Inclusão (Prosain).

Na reunião, os conselheiros aprovaram ainda a proposta de alteração do nome do Centro de Estudos dos Povos Afro-Índio-Americanos (Cepaia), que agora denomina-se Centro de Estudos dos Povos Afro-Indígenas-Americanos (Cepaia).

Todos os processos da pauta apreciados pela Câmara para Assuntos de Legislação e Normas (CLN) do Consu também tiveram parecer favorável da plenária.

A exemplo da criação do Núcleo de Pesquisa, Ensino e Extensão em Turismo de Base Comunitária (TBC), o Regimento Interno do Sistema de Bibliotecas da UNEB, além da Norma Regulamentar para a eleição direta do cargo de Coordenação Geral do Centro Acadêmico de Educação do Campo e Desenvolvimento Territorial Paulo Freire (CAECDT).

Também foi autorizada a atualização do Regulamento do Programa de Iniciação Científica da UNEB (PICIN), a atualização da resolução que regulamenta o Programa de Bolsas de Iniciação de Extensão (Proeix), e os novos critérios para concessão de títulos honoríficos no âmbito da universidade.

Por fim, os conselheiros aprovaram a reformulação do Regimento Interno do Programa de Pós-Graduação em Educação, Cultura e Territórios Semiáridos (PPGesa).

Compartilhe:

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn

CONTATO