.

NOTICIAS

NOTÍCIAS

Garimpo ilegal: PF e Exército destroem R$ 20 milhões em equipamentos na Terra Indígena Sararé em MT

Garimpo ilegal: PF e Exército destroem R$ 20 milhões em equipamentos na Terra Indígena Sararé em MT — Foto: Divulgação/PF

A Polícia Federal e o Exército Brasileiro informaram nesta sexta-feira que destruíram cerca de R$ 20 milhões em equipamentos usados em garimpo ilegal na Terra Indígena Sararé, situada no município de Pontes e Lacerda, em Mato Grosso. Parte do maquinário utilizado na atividade criminosa estava escondido dentro da mata.

Ao todo, foram inutilizadas 17 pás carregadeiras e 17 motores de dragagem. Também foram destruídas diversas estruturas de madeira usadas pelos garimpeiros como bases ao longo de três dias de trabalho na área protegida.

“A medida foi necessária, diante das circunstâncias, para evitar o uso e aproveitamento indevido desses bens, encontrados em toda a extensão da área protegida, cuja remoção mostrou-se inviável. Os prejuízos estimados para a organização criminosa com a destruição dos equipamentos são da ordem de R$ 20 milhões”, informou a PF.

Busca e apreensão

Os policiais também cumpriram dois mandados de busca e apreensão em fazendas que fazem limite com a Terra Indígena Sararé. A PF investiga indícios de que essas propriedades rurais vêm sendo utilizadas como base para os criminosos e acesso ilegal ao território indígena, tanto de pessoas quanto dos maquinários.

Além da PF e do Exército, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), a Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai), a Força Nacional e o Centro Integrado de Operações Aéreas de Mato Grosso participaram da ação.

Compartilhe:

WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn

CONTATO